Na trilha do jeca: Monteiro Lobato e a formação do campo literário no Brasil

Imprimir
Enio Passiani
Preço de venda R$ 25,00
Desconto
Preço padronizado:
Descrição
 
 
ISBN 85-7460-209-4
Autor: Enio Passiani
Editoria: Bauru, SP: Edusc
Edição: 2003
Número de páginas: 276

Em Moçambique: quem seguir com Enio Passiani na Trilha do Jeca fará sem dúvida uma bela instigante viagem. Mas, nem por ser instigante e belo, deixará o percurso de gerar perplexidades: mas como? Não era aqui que ficava aquela cachoeira? será mesmo? e onde foi parar aquele baita viaduto? O caso é que a viagem de Enio desarranja cartografias. Sobretudo a dos viajantes com passaporte carimbado por alfândegas modernistas. Estes poderão estranhar as trilhas e antecipar a viagem sujeita a alguns solavancos e outros tantos desassossegos. Mas é o preço que se paga por retraçar mapas. Tudo porque Enio faz perguntas instigantes: como era o mundo cultural do Brasil paulista ao tempo de Lobato? O que este mundo explica do Lobato editor, e o que estes Lobatos explicam deste Brasil? Nas pegadas de Bourdieu Enio encontra roteiro seguro para esmiuçar o que se denomina campo literário: as amizades, as relações familiares, os tráficos de influência, as manhas de mercado e as artimanhas dos editores, os discursos autorais e as expectativas dos leitores... enfim, os vários elos de um sistema literário. Este sistema – em suas sucessivas configurações – pode ser melhor compreendido a posteriori quando se cristaliza nos compêndios de história e de crítica literária. É nesses compêndios que Enio Passiani encontra outras pegadas para avançar no rastro do Jeca, levando seus leitores a uma compreensão mais dialética de um momento ímpar da cultura brasileira: o tempo de Lobato. (Por Marisa Lajoto, Unicamp)

Opiniões

Ainda não há comentários para este produto.