O trecho, as mães e os papéis - Etnografia de movimentos e durações no norte de Goiás

Imprimir
André Dumans Guedes
Preço de venda R$ 62,00
Desconto
Preço padronizado:
Descrição

ISBN: 978-85-7617-302-1
Autor: André Dumans Guedes
Editoria: ANPOCS e Garamond Universitária
Edição: 2013
Número de páginas: 456


Descrição:
As origens e trajetórias dos atuais habitantes de Minaçu são reveladoras do papel desempenhado pelos deslocamentos, pelo movimento e pela agitação em suas vidas. Nesta cidade, através de narrativas que muitas vezes assumiam tons épicos, fiquei sabendo como chegaram até ali os primeiros habitantes da região, vindos do Maranhão em busca de terras livres, no final dos anos so; fiquei sabendo também da luta enfrentada por aqueles que, incapazes de obter um lote na Colônia Agrícola Nacional de Goiás, continuaram rumo ao norte, enfrentando grileiros e o próprio Estado, anos ou décadas depois finalmente se estabelecendo nas redondezas da cidade (dizimando, um pouco antes, alguns índios que ainda estavam por ali); dos que se vestiam e andavam "feito cangaceiros" para atravessar as terras do temido e admirado Zé Porfírio, para comprar sal em Formoso ou Porangatu; dos garimpeiros que afluíram em peso para Minaçu nos anos 80, dispersando-se novamente após a construção das barragens; dos que se esparramaram e se perderam dos familiares em Mato Grosso, Pará ou Brasília; das desventuras das moças que foram trabalhar como faxineiras, dançarinas ou prostitutas na Espanha e na Suíça; das andanças dos atingidos por todo o país, acampando e marchando pelo recebimento dos seus direitos; dos que, mesmo velhos, só pensavam em aventurar e não sossegavam; das peregrinações e romarias até o Muquém ou Bom Jesus da Lapa; das histórias dos boiadeiros, dos caixeiros-viajantes, dos caminhoneiros, dos calungas fugindo do cativeiro, da Coluna Prestes ou da família Caiado...

Opiniões

Ainda não há comentários para este produto.