Normas para Publicação

SUBMISSÃO ONLINE

CLIQUE AQUI

 

Normas para a apresentação de colaborações

Artigos

Os artigos submetidos devem ser inéditos e exclusivos durante o processo de avaliação na RBCS (ver a política editorial). São considerados inéditos os manuscritos publicados em anais de eventos científicos e em plataformas de preprint. O manuscrito deverá ser apresentado em versão final, com correção ortográfica e gramatical no idioma correspondente e sem marcas de revisão. O artigo deverá ter entre 7.000 e 9.000 palavras, incluindo a bibliografia, tabelas e diagramas. Artigos que ultrapassem esse limite serão devolvidos aos(às) autores(as) para adequação.

Os artigos devem ser submetidos em fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaço 1,5.

O resumo deverá ter até 200 palavras, na mesma configuração do artigo. Os resumos devem especificar: problema, argumento central do artigo, contribuição substantiva ao campo da literatura em que se inscreve, materiais ou instâncias empíricas e escolhas metodológicas. Eles devem ser acompanhados de cinco palavras-chave, separadas por ponto e vírgula.

Artigos em português devem apresentar o título, o resumo e as cinco palavras-chave em português e em inglês.


Resenhas

As resenhas devem possuir título de até 50 caracteres com espaços, podem conter bibliografia e devem respeitar o limite de 2.000 palavras. O manuscrito deverá ser apresentado em versão final, com correção ortográfica e gramatical no idioma correspondente e sem marcas de revisão, em fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaço 1,5.


Do título

O título do artigo deve ter, no máximo, 90 caracteres com espaços, e o(s) nome(s) dos(as) autores(as) deve vir acompanhado de sua filiação institucional, cidade, estado, país e e-mail institucional.


Da autoria

Artigos em autoria coletiva devem apresentar obrigatoriamente, na carta de apresentação, as contribuições específicas de cada autor(a) na construção do artigo submetido à revista. A revista aceita artigos com no máximo cinco autores(as). Solicita-se, para todos os(as) autores(as), seus números de registro no Open Researcher and Contributor ID (ORCID).

O(a) mesmo(a) autor(a) não poderá submeter mais de um artigo, mesmo que em coautoria, de forma simultânea à RBCS.


Idiomas

A Revista Brasileira de Ciências Sociais publica artigos e resenhas nos idiomas português, inglês e espanhol, que, se aprovados, serão publicados na língua original. Submissões em inglês receberão pareceres na mesma língua. Submissões em espanhol e português poderão receber pareceres nas três línguas.

Artigos escritos em espanhol ou em inglês devem ser acompanhados pelo título, resumo e cinco palavras-chave em inglês e num segundo idioma, podendo ser este português ou espanhol, a critério dos(as) autores(as).

Processo de submissão online

Os artigos e as resenhas deverão ser enviados exclusivamente através da página da Revista Brasileira de Ciências Sociais, via plataforma Open Journal System – OJS, pelo endereço: www.scielo.br/rbcsoc. Todos os passos indicados para a submissão online dever ser seguidos. Caso o artigo tenha mais de um(a) autor(a), deverá ser submetido pelo(a) primeiro(a) autor(a), que acompanhará todo processo eitorial com a Revista e responderá à avaliação.

Para a submissão online devem ser anexados dois arquivos em formato .doc ou .docx: - o primeiro arquivo, dirigido exclusivamente à Editora-chefe em formato de carta de apresentação (cover letter), deve incluir: (a) o título do artigo; (b) resumo em português e inglês; (c) dados biográficos dos(as) autores(as) (titulação acadêmica, cargo que ocupa, publicações relevantes mais recentes e e-mail institucional); (d) a contagem do número de palavras do artigo, incluindo bibliografia, tabelas e diagramas; (e) link da publicação na plataforma de preprint (somente para os manuscritos publicados em preprint). Este arquivo é destinado também à inclusão de comentários e justificativas à Editora-chefe sobre qualquer aspecto relacionado à tramitação do artigo. Informações que revelem a autoria do texto e agradecimentos também podem ser incluídos aqui. O segundo arquivo é o documento principal, ou seja, a versão do manuscrito que será lido pelos(as) pareceristas ad hoc. Por isso, o artigo deve ser enviado sem qualquer tipo de referência ou informações que possibilitem a identificação dos(as) autores(as), constando somente o título, o resumo e as palavras-chave na língua original, o texto e as referências bibliográficas ― exclusive as referências que permitam a identificação dos(as) autores(as).

Na ressubmissão de um artigo, o primeiro arquivo será a carta à Editora-chefe com as respostas a cada um dos pontos apresentados pelos pareceres, além dos demais itens (título do artigo; resumo em duas línguas, sendo uma o inglês; dados biográficos dos(as) autores(as); contagem do número de palavras). O segundo documento (documento principal) deve ser encaminhado com as alterações realizadas em destaque, sem qualquer tipo de referência ou informações que possibilitem a identificação dos(as) autores(as).


Estabelecimento do texto


a) Orientações para indicação das Referências e das citações textuais (no corpo do artigo ou resenha)

As menções a autores(as), no corpo do texto, devem seguir o formato: (Autor(a), data) ou (Autor(a), data, página), como nos exemplos: (Jaguaribe, 1962) ou (Jaguaribe, 1962, p. 35). Se houver mais de um título do(a) mesmo(a) autor(a), publicado no mesmo ano, deve-se diferenciá-los, acrescentando uma letra após a data; exemplo: (Adorno, 1975a), (Adorno, 1975b).

As citações textuais devem figurar em itálico, no corpo do texto, quando tiverem até três linhas; e em novo parágrafo, quando forem acima de três linhas. As citações devem ser traduzidas para a língua empregada pelo artigo, indicando-se em nota de rodapé o nome do tradutor, quando da menção à primeira citação traduzida.

As citações de até 3 linhas, incorporadas ao parágrafo do texto, devem figurar entre aspas; ex.: “[...]”. As citações recuadas (acima de 3 linhas) não levam aspas, nem itálico.

As menções a autores(as), no corpo do parágrafo, devem ser seguidas de ponto final (ex.: Pereira, 2000.). As menções a autores(as), em citações recuadas, devem ser antecedidas pela pontuação empregada pelo(a) autor(a) do texto (tais como dois pontos; vírgula) e não ser seguidas de ponto final (ex.: Pereira, 2000).

No corpo do texto, nas referências a até dois(duas) autores(as), utilizar apenas os sobrenomes dos(as) autores(as), separando-os por “e” (ex.: Almeida e Rosa, 2018); a partir de três autores(as), indicar apenas o sobrenome do(a) primeiro(a) autor(a), seguido de “et al.” (ex.: Reis et al.; 2016).

Em citações sequenciais, referidas à mesma página, usar Sobrenome (ano, [página]) ou (Sobrenome, ano, [página]). Ex.: (Pereira, 2000, [p. 13]). Em referências sequenciais da mesma obra, mas referidas a diferentes páginas, indicar apenas, entre parênteses, o número da página relativa a cada citação; ex.: (p.13). Não utilizar “idem”, “ibidem, “op. cit.”, para a repetição de sobrenomes de autores(as) e títulos.

Em citações referentes à edição original e à edição consultada (no texto e na bibliografia), usar o seguinte padrão:

Ex.: Weber ([1921] 2005). A identificação da data original de publicação é necessária em textos que tratam da cronologia das obras/ideias. Ela deve se referir obrigatoriamente à edição no idioma original, e não à primeira tradução.

Entrevistas devem ser citadas no corpo do texto da seguinte forma:

(Nome do(a) entrevistado(a), ano da entrevista). Ex.: (Júlia, 2018)



b) Orientação sobre notas de rodapé

O número da nota deve ser inserido após o ponto final ou a vírgula, preferencialmente ao final da frase. Ex.: As normas da RBCS podem ser consultadas por meio do link abaixo.5 (e não 5.) Inserir como notas de rodapé apenas informações complementares e de natureza substantiva, sem ultrapassar 250 caracteres com espaços por nota.



c) Orientação sobre o uso de travessão, para demarcar expressões ou frases explicativas

Utilizar travessão antecedido e sucedido de espaço; ex.: “ – “ / e não traço simples (como hífen); ex.: “-“ ou “ - “ , tampouco underline. Ex.: “Os imigrantes – crianças, adultos e famílias – chegaram indocumentados”.



d) Orientações sobre tabelas, quadros, gráficos e figuras

Tabelas, quadros, gráficos e figuras devem ser citados no texto e inseridos logo abaixo da citação. Esta é uma norma do Scielo.

No caso de artigos com tabelas, quadros, gráficos e figuras, informar abaixo de cada um(a) a fonte utilizada, inclusive quando se trata de elaboração própria (ex.: elaboração própria, com base em IBGE 2005; ou: elaboração própria, com base em Santos, 2002). Inclusive, quando os dados são originários de projeto coordenado pelo(a) autor(a), é preciso informar o nome do projeto como fonte.

Os conteúdos internos de figuras e ilustrações devem constar na fonte Times New Roman 11.



e) Orientações sobre o uso de siglas

As regras básicas para utilização de siglas são: para siglas com até 3 letras, utilizar todas maiúsculas (USP, PUC, OAB). Para todas as siglas pronunciáveis como palavras, a partir de 4 letras, utilizar somente a primeira letra em maiúscula (Fapesp, Unicamp, Uerj). Para siglas, a partir de 4 letras, não pronunciáveis como palavras, utilizar todas as letras em maiúsculas (UFMG, UFRJ, ABNT). As regras para a composição de siglas também devem ser aplicadas à bibliografia.

 

f) Critérios bibliográficos

Todas as referências citadas no texto devem constar da Bibliografia, e todas as obras indicadas na Bibliografia devem constar do texto. O(a) revisor(a) deve realizar essa dupla conferência. Observação: a Revista adota o termo Bibliografia, e não Referências.

Todo o material referenciado (livros, artigos, matérias de jornal, entrevistas, documentos, notas oficiais, etc.) deve vir citado na Bibliografia, que deve figurar ao final do artigo ou da resenha (se for o caso), dispondo as referências aos sobrenomes dos(as) autores(as) em ordem alfabética.

Títulos de livros, periódicos, jornais, revistas, discos, filmes, quadros e esculturas devem figurar sempre em itálico.

Nomes de capítulos, de poemas, de músicas e títulos de artigos, devem figurar entre aspas.

Nomes de jornais devem ser grafados exatamente como no original; ex.: Estado de S. Paulo, Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Jornal do Comércio (Recife).

Publicações com vários(as) autores(as): na Bibliografia, todos os(as) autores(as) devem ser referenciados(as). Quando houver dois(duas) autores(as), separar cada sobrenome (seguido do nome) com ponto e vírgula, e não usar “e”. Ex.: ZHOURI, Andréa; OLIVEIRA, Raquel. Quando houver mais de dois autores, separar cada sobrenome (seguido do nome) com ponto e vírgula. Ex.: ZHOURI, Andréa; LASCHEFSKI, Klemens; PAIVA, Angela.

Na Bibliografia, não utilizar o traço contínuo, antes da indicação de outra obra do(a) mesmo(a) autor(a) citado(a) anteriormente, mas sim repetir o sobrenome, seguido do nome, na linha subsequente.

Na Bibliografia, é necessário escrever os nomes completos dos autores, em todas as referências citadas.

Na Bibliografia, as referências deverão seguir diferentes regras, conforme o tipo de material citado:

- LIVRO: sobrenome do(a) autor(a) (em caixa alta) /VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa alta e baixa) /PONTO/ data entre parênteses /VÍRGULA/ título da obra em itálico /PONTO/ nome do(a) tradutor(a) /PONTO/ nº da edição, caso não seja a primeira /VÍRGULA/ local da publicação /VÍRGULA/ nome da editora /PONTO /”DOI” DOIS PONTOS/ número doi (quando houver) /PONTO FINAL

Exemplo: SACHS, Ignacy. (1986), Ecodesenvolvimento, crescer sem destruir. Tradução de Eneida Cidade Araújo. 2a edição, São Paulo, Vértice. DOI: xxxxx.


- ARTIGO: sobrenome do(a) autor(a), seguido do nome e da data (como no item anterior) / “título do artigo entre aspas” /PONTO/ nome do periódico em itálico /VÍRGULA/ volume do periódico /VÍRGULA/ número da edição /DOIS PONTOS/ numeração das páginas/PONTO /”DOI” DOIS PONTOS/ número doi (QUANDO HOUVER) /PONTO FINAL

Exemplo: REIS, Elisa. (1982), "Elites agrárias, state-building e autoritarismo". Dados, 25, 3: 275-96. DOI: xxxxx.


- CAPÍTULO DE COLETÂNEA
: sobrenome do(a) autor(a), seguido do nome e da data (como nos itens anteriores) / ''título do capítulo entre aspas'' /VÍRGULA/ in (em itálico)/ iniciais do nome, seguidas do sobrenome do(s/as) organizador(es/as) /VÍRGULA/ título da coletânea, em itálico /VÍRGULA/ local da publicação /VÍRGULA/ nome da editora /PONTO /”DOI” DOIS PONTOS/ número doi (QUANDO HOUVER) /PONTO FINAL

Exemplo: ABRANCHES, Sérgio Henrique. (1987), "Governo, empresa estatal e política siderúrgica: 1930-1975", in O.B. Lima & S.H. Abranches (org.), As origens da crise, São Paulo, Iuperj/Vértice. DOI: xxxxx.


- TESES E DISSERTAÇÕES ACADÊMICAS: sobrenome do(a) autor(a), seguido do nome e da data (como nos itens anteriores) /VÍRGULA/ título da tese em itálico /PONTO/ grau acadêmico a que se refere /VÍRGULA/ instituição em que foi apresentada /VÍRGULA/cidade/PONTO FINAL

Exemplo: SGUIZZARDI, Eunice Helena. (1986), O estruturalismo de Piaget: subsídios para a determinação de um lugar comum para a Ciência e a Arquitetura. Tese de mestrado. Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, São Paulo.


- MATÉRIA DE JORNAL ASSINADA: sobrenome do(a) autor(as), seguido do nome e da data (como no item anterior) / título do artigo entre aspas /PONTO/ nome do periódico em itálico / VÍRGULA/ data da publicação /PONTO/ nome do caderno ou seção entre parênteses/PONTO. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano/PONTO FINAL

Exemplo: AMORIM, Celso. (2002), “Guerra contra o Iraque é evitável”. Folha de S. Paulo, 25 set. (caderno Cotidiano). Disponível em www.abc.cmo/ccc, consultado em 4/7/2011.


- MATÉRIA DE JORNAL NÃO ASSINADA: nome do artigo entre aspas, com a primeira palavra em maiúscula/PONTO/ano entre parênteses/VÍRGULA/nome do jornal em itálico/VÍRGULA/dia e mês/PONTO/nome do caderno ou seção entre parênteses/PONTO. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano/PONTO FINAL

Exemplo: “A pesquisa em saúde nas ciências sociais e humanas: tendências contemporâneas”. (2005), Folha de S. Paulo, 22 ago. (caderno Cotidiano). Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano.


- TRABALHO APRESENTADO EM CONGRESSO: sobrenome do(a) autor(a) (em caixa alta) / VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa baixa) / Ponto/ data entre parênteses/ vírgula/ título da apresentação/ nome do evento seguido da cidade e data. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano/PONTO FINAL

Exemplo: SHELDON, Ana Rizek. (2018), O movimento que faz o corpo: escritos sobre um marujo. Paper apresentado no 42º encontro anual da Anpocs, Caxambu, 22 a 26 de outubro. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano.


- TRABALHOS PUBLICADOS EM ANAIS DE EVENTOS: sobrenome do(a) autor(a) (em caixa alta) / VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa baixa) / Ponto/ data entre parênteses/ vírgula/ título da apresentação/ nome do evento seguido da cidade e data. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano/PONTO FINAL

Exemplo: SHELDON, Ana Rizek. (2018), O movimento que faz o corpo: escritos sobre um marujo. In: Anais do 42º encontro anual da Anpocs, Caxambu (MG), p. X-X. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano.


- FONTES DA WEB: SOBRENOME, Nome (Ano), Nome da matéria ou material. Disponível em <endereço eletrônico>, consultado em dia/mês/ano/PONTO FINAL


- ENTREVISTAS: SOBRENOME, Nome do(a) entrevistado(a). Título da entrevista. Nome do(a) entrevistador(a). Data (dia, mês e ano), local/PONTO (caso haja necessidade de preservação da identidade, o nome do(a) entrevistado(a) pode ser abreviado ou substituído para permanecer anônimo).


- FONTES DE ARQUIVO: Nome do documento/ Local da Consulta/ Data (dia, mês e ano), local/PONTO

 

Revisão da versão para publicação

Todos os textos são submetidos a processo de revisão ampla, ortográfica, gramatical e estilística. Os textos já revisados passarão por aprovação dos autores antes da publicação. A revisão visa assegurar a compreensibilidade e qualidade formal dos artigos veiculados na Revista. A comissão editorial se reserva o direito de não publicar artigos cuja reformulação desconsidere as sugestões d(a) corretor(a) sem justificação razoável. Cabe ao autor apontar, no documento de pré-edição, as demais correções necessárias. Mudanças não poderão ser realizadas após o período de revisão, uma vez entregue o arquivo final (em pdf) para a publicação


Dúvidas

Quaisquer dúvidas sobre o processo de submissão ou de avaliação de artigos podem ser elucidadas pelo e-mail: rbcs@anpocs.org.br