LIVROS

Moçambique - Identidade, colonialismo e libertação José Luís Cabaço

Mocambique

ISBN 978-85-7139-952-5
Autor: José Luís Cabaço
Editora: São Paulo: Anpocs, Aderaldo & Rothschild: Anpocs
Edição: 2009
Número de páginas: 360

Descrição: Em Moçambique: identidades, colonialismo e libertação, José Luís Cabaço interpela seu contato com as fontes, com os clássicos das ciências sociais e com os volumes da historiografia portuguesa e moçambicana com suas própria memórias. Como para qualquer moçambicano, rememorar não constitui um exercício de nostalgia: quando José Luís se lembra, e faz eco à canção e à exigência de Samora Não vamos esquecer!, ele nos fala dos conflitos presentes do se país. De um pré-colonial que se adivinha aqui e ali e se anuncia numa possível interpretação da guerra civil recente; de um colonial que se respira na divisão urbana da cidade capital, nas relações entre patrões e empregados nos dias atuais, nos comportamentos assumidos por brancos que chegam em Moçambique ou retornam a este país, por negros que ascenderam; de um pós-colonial que se prometeu e se promete nas histórias dos heróis.
O texto de José Luís Cabaço confronta sua memória com a memória de seus interlocutores, e sua memória com os clássicos que se debruçaram sobre o colonialismo que dominou o continente africano ao longo de boa parte do século XX. A etnografia aqui não constitui uma parte separada do texto. Seus interlocutores narram o que viveram e o que, sabem, foi vivido, da mesma forma que Cabaço não abre mão da sua memória e de se situar no contexto presente. Em seu texto, ele nos relata um entrelaçar de histórias, que também é a sua. E sem para isso se transformar numa espécie de eixo central da narrativa, tão ao gosto de uma certa antropologia pós-moderna que, por sorte, parece ter ficado para trás. A experiência colonial de Cabaço surge lado a lado com a daqueles que com ele conversaram ao longo de sua pesquisa, e com aquelas que estão um pouco por toda a parte, de norte a sul do país. (Por Omar Ribeiro Thomaz)